01 agosto, 2006

Mensagens - A comunicação entre objetos

Salve! Salve! Amigos...

Primeiramente quero agradecer a todos que enviaram comentários e pedir para todos que enviaram por e-mail, para compartilharem esses comentários aqui, com todos nós.

Foram comentários tão bons que é um disperdício não juntarmos com todos.

Essa semana, quem ganhou a revista foi Emanoel Rainey. Espero que todos continuem ajudando em nossas conclusões sobre essa ligação entre OO e a Vida. Tentarei enviar revistas para mais amigos desta vez, blz?

Enfim, o que vamos discutir agora é sobre Mensagem.
Vimos que um objeto por si só não significa muito, afinal, somos todos sociáveis. E para ter algum sentido e valor, esses objetos (nós!) precisamos nos comunicar, criar uma interação entre si. Essa comunicação é feita através de MENSAGENS.
Mas o grande lance é, se comunicar, se formos analizar, é simples como um sistema que estamos desenhando, pois as mensagens, sejá lá qual for a cituação, é composta por três partes.

1 - Pessoa que receberá a mensagem
2 - Método a ser usado, ou seja, o estado que será utilizado para dar a mensagem
3 - Parâmetros que esse método recebe


Ex.:

1 - Manderei uma mensagem a Marcio
2 - Como estou bravo, irei usar um método mais agressivo
3 - Irei utilizar palavrões em minha mensagem


(Bom, isso uma análise de quando era uma pessoa brava!)

Em toda nossa vida aplicamos milhões e milhões de mensagens.


Será que você poderia dar um exemplo como esse acima comum em sua infância?
Não deve ser tão difícil assim, né?

Vamos ver as típicas mensagens do pessoal!!!!

Um forte abraço e até o próximo post.


Vinícius Luiz.

6 comentários:

Anônimo disse...

Bom, as mensagens mais aplicadas foram:

------------------------------------
1 - Objeto: Para Jaqueline
2 - Método: Calmo e olhando no fundo dos olhos
3 - Mensagem: Oi! Quer ficar comigo?
------------------------------------
1 - Objeto: Professora Maria das Graças
2 - Método: Puto
3 - Mensagem: Professora, pega o apagador e ....
------------------------------------
1 - Objeto: Juiz do interclasse
2 - Método: Agressivo
3 - Mensagem: Juiz ladrão, porrada é solução
------------------------------------

Essas são algumas mensagens padrões na minha infância!

Um abração e parabéns pela iniciativa!

Marcos Almeida
marcosalmeida.sp@gmail.com

Anônimo disse...

Olhe eu aqui de novo!

Oi aqui e o Emanoel Rainey. Bom como você já percebeu eu não sou muito bom somente nesse ponto de seguir normas por isso aqui vai o meu depoimento!

Ao se basear nesse ponto vem uma indagação a minha cabeça que todos somos programadores de nossas vida mas no entanto se todos sao programadores quais são os resultados? Vou explicar...

para que ocorra estes fatores:

1 - Pessoa que receberá a mensagem
2 - Método a ser usado, ou seja, o estado que será utilizado para dar a mensagem
3 - Parâmetros que esse método recebe.

Se faz necessario que estes mesmos fatores acontenção com o objeto de nossa ação. E então eu gostaria de ANEXAR A ESTE RELATO que a arte de programar involve todos os aspectos de conhecimento pois em relação a esse assunto pode se dizer que se aplica ação a um objeto e este resultara em uma reação (FÍSICA - Para cada Ação uma Reação ) mas entre os 3 pontos citados deveria se colocar mais um ponto o do objetivo sem esse nada se faria valer que na verdade se influencia pelo objeto de nossa ação. "Acho que já deu pra entender. RSRSRSRS"

Aqui vai minha experiencia :

O objeto inicial trata-se de meu pai, o método sereno e desinteressado, objetivo ir para o clube com meus amigos, e a mensagem - PAIê! SABE EU GOSTARIA DE IR COM MEUS AMIGOS ALI NO CLUBE SE O SENHOR DEIXAR EU VOU!


Espero que tenha sido legal este depoimento,

Vinícius, vlw cara por ter um blog tão legal!

Até mais,

Um abraço de seu já amigo

Emanoel Rainey
( erainey@click21.com.br )

Vinícius Luiz disse...

Nossa Emanuel! Verdade!
Havia me esquecido de citar este ponto ...
A linha do Objetivo é um ponto fundamental para nossas análises, principalmente se tratando de mensagens, não acha?

Ótima observação amigo.

Um abraço

helbian disse...

oiahoiahaoihaohaoiahoia... Cara, a idéia desse blog foi totalmente NERD! :P mas como somos todos nerds vamos lá! :p

Seguinte, sou também adorador da Orientação a Objetos e escrevi um artigo sobre o assunto comparando mais ou menos a vida real, teve uma aceitação legal mas estava tenando melhorá-lo... Quem sabe a gente não pode trocar umas idéias?

O link é...
http://helbian.net/helbian/docs/artigos/entendendo_poo.html

Anônimo disse...

Gostei do blog.
Achei a idéia interessante, porém não é original. Existe um artigo de 1989 que aborda o conceito de orientação a objetos fazendo paralelos com a vida real. Você pode encontrar esse artigo em http://portal.acm.org/citation.cfm?id=66469

Um abraço.


MSc Ricardo Alexandre G. C. Martins
Universidade de Mogi das Cruzes

Anônimo disse...

Olá vinicius.
Deslcupe por postar aqui mas e que eu vi o seu post no imasters e
pesso q envie a parte 3 e a parte 4 do sistema de administração remota de um banco de dados access para o email dod_rj@hotmail.com
tenho q fazer um traalho parecido com o ensinado.se puder me enviar fico agradecido.
Desde ja grato
Abraços